meta é atingir uma qualificação mais efetiva para seguir o desenvolvimento da Região Metropolitana

Juazeiro do Norte Começa a ser desenvolvido, neste município, projeto piloto de implantação de um polo de gastronomia na região do Cariri. Com a ampliação do número de bares e restaurantes no bairro Lagoa Seca, nos últimos anos, a aposta é que haja incentivo para ampliação do setor em outras cidades e criação de outros polos gastronômicos. O incentivo tem sido realizado, no Cariri, por meio da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel).

Restaurantes de padrão internacional já são registrados na região FOTO: ELIZÂNGELA SANTOS

A entidade mantem o único escritório do Interior do Nordeste, sediado em Juazeiro, o que demonstra a importância do setor atualmente para a economia da região. A estimativa, segundo a entidade, é que haja no Cariri, cerca de 800 estabelecimentos voltados para o segmento.

O presidente da Abrasel, no Cariri, José Bezerra Feitosa Júnior, afirma que está sendo desenvolvido projeto de lei que passará pela Câmara Municipal e envolve desde aspectos relacionados à sinalização dos locais, combate à poluição sonora nos espaços, coleta seletiva de lixo, papa óleo, dentre outras questões, no intuito de possibilitar melhor qualidade dos serviços.

O trabalho acontece com a parceria governamental, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo da cidade e do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Segundo o presidente da Abrasel, com o projeto de lei, espera-se um reconhecimento maior desses espaços na região.

O Lagoa Seca, bairro que nos últimos 10 anos contou com a instalação de vários bares e restaurantes, está com cerca de 20 estabelecimentos do segmento. No local, conforme o presidente da Abrasel, poderá começar o projeto piloto. Toda a parte visual de sinalização da área está sendo desenvolvida, por meio de uma parceria com o Senac e o Sebrae, com o trabalhos de consultores, para realização da sinalização de rua e no interior dos estabelecimentos. Resta apenas concluir o projeto de lei para ser encaminhado, via executivo, para a câmara municipal.

Com a iniciativa do projeto, segundo o presidente da Abrasel, a pretensão é conseguir mais apoio para o setor. Para Feitosa Júnior, a meta é conseguir uma qualificação bem mais efetiva, para acompanhar a realidade da Região Metropolitana do Cariri (RMC). Ele ainda ressalta que há, com esse processo, uma responsabilidade maior do próprio empresário do setor. "Principalmente se enquadrar com o seu dever, com questões como a poluição sonora e a própria qualidade dos serviços", diz ele.

Orçamento

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Juazeiro, Roberto Celestino, disse que há possibilidade da inclusão de recursos para o projeto no orçamento do próximo ano e no Plano Plurianual. Também diz que poderão ser mantidos contatos com a Secretaria das Cidades, do Governo do Estado, que pode responder pela parte das intervenções urbanísticas necessárias, dentro da proposta apresentada. O secretário destacou a importância do segmento para o turismo e ressaltou que a cidade possui mais de uma dezena de restaurantes com cozinha em nível internacional.

Segundo afirma, cerca de 200 outros estabelecimentos podem participar da iniciativa. Feitosa Júnior acrescentou sobre a qualificação dos serviços, como um dos gargalos no sentido de melhorar o setor de alimentação fora do lar. A necessidade de recursos para o incremento dos primeiros passos do projeto ainda está dependendo de um posicionamento da Secretaria e da aprovação no Legislativo. Com isso, o presidente da Abrasel, no Cariri, acredita que o andamento do projeto piloto deve acontecer a partir de 2014.

Segundo Júnior, o formato que se pretende aplicar em Juazeiro já foi desenvolvido com sucesso em outras cidades, de maneira a acompanhar oe crescimento da região. Mesmo assim, ele pontua já ser grande a diferença, observando que não existe turismo sem gastronomia. "Hoje, o canal de entrada do turismo na região é através da gastronomia. O setor deu uma guinada nos últimos anos, com uma grande evolução e, quem não esteve nesse período, não reconhece", afirma.

Ele ainda diz que a qualificação dos serviços também tem melhorado, principalmente por conta da entrada de grandes redes na região, a exemplo dos fast foods internacionais, no Cariri Garden Shopping. Mas, o maior desafio, conforme aponta, é a qualificação da mão-de-obra. "O empresário precisa qualificar os seus funcionários. Mas, mesmo assim, tem mudado. É lógico que isso não acontece da noite para o dia, mas leva um tempo", avalia José Bezerra.

Mais informações
Abrasel - Cariri, Av. Governador Plácido Aderaldo Castelo, 220
Sala 10, Lagoa Seca - Juazeiro do Norte, Telefone (88) 3512.3403
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

ELIZÂNGELA SANTOS
REPÓRTER